domingo, 10 de julho de 2016

Como o PRINCE2® aborda o Tema Mudanças em Projetos




O propósito do tema Mudança é identificar, avaliar e controlar qualquer mudança em potencial e aprovada em relação à linha de base do projeto.

Toda e qualquer mudança necessita de um tratamento que vise à identificação, avaliação e controle das issues (problemas ou fatos) que podem se transformar em mudanças.

Mudanças podem ser geradas através da equipe do projeto, das partes interessadas ou através de pedidos dos patrocinadores do projeto. Fatores externos ao projeto como determinações regulatórias também podem requerer mudanças no planejamento que já foi aprovado para o projeto.

O PRINCE2® considera que uma mudança pode impactar uma ou mais metas de desenvolvimento do projeto como tempo, qualidade, custo, risco, escopo, e benefícios esperados. Portanto, as mudanças devem ser administradas da melhor forma possível.

Controlar mudanças e issues não é uma atividade única e isolada, mas deve ser realizada durante todo o ciclo de vida do projeto.

Apesar de todo projeto ter um planejamento inicial baseado no escopo identificado, é necessário um controle sistemático das issues e mudanças para que o projeto não fique sem controle. 

Os procedimentos de controle das mudanças e issues no PRINCE2® não procuram fugir ou desviar das mudanças, mas assegurar que todas sejam analisadas e aprovadas pelos patrocinadores do projeto antes de serem efetivamente executadas.


No PRINCE2® o pré-requisito exigido para controlar issues e mudanças é o estabelecimento de um sistema de gerenciamento de configuração para permitir a comparação entre a linha de base dos produtos do projeto e assegurar que as linhas de base sejam atualizadas e entregues ao cliente.


As issues são eventos não planejados que, quando ocorrem, requerem algum tipo de tratamento, pois podem eventualmente provocar mudanças no projeto.


É possível que ocorram diferentes tipos de issues durante a execução do projeto. Elas podem ser apontadas por membros da equipe de projeto ou por interessados no projeto e em seus benefícios.


Este procedimento envolve atividades para controlar os itens de configuração do projeto que nada mais são do que componentes de um produto, um produto em si ou um conjunto de produtos que, no final formarão uma versão do projeto.


O Gerente de Projeto precisa determinar se o esforço e o prazo para análise de impacto mais detalhada trará desvios ao plano do projeto. Neste caso, é preciso avaliar se vale à pena executar esta análise. A análise de impacto precisa considerar três áreas: negócio, clientes e fornecedores. 


Na etapa referente à decisão sobre o tratamento da issue, o Comitê Diretor do Projeto é envolvido nas decisões somente quando o Gerente do Projeto ou a Autoridade de Mudança não tenham um nível de alçada para resolvê-la.




Dependendo da análise do Comitê Diretor, algumas decisões podem ser tomadas no que se refere a aprovar ou rejeitar uma mudança.





Nelson Rosamilha,PMP®,BB®,Prince 2 Practitioner®
rosamilha@gmail.com
Twitter: nelsonrosamilha (empregos em projetos)
http://br.linkedin.com/in/rosamilha
http://www.facebook.com/nelsonrosamilha (Projetos e Empregos) 


A prática da qualidade em gestão de projetos - uma abordagem reflexiva

Entregar produtos e serviços de qualidade é hoje um dos maiores desafios de um gerentes de projetos, se você se colocar na posição de cons...